Minha Busca

quarta-feira, janeiro 15, 2020

Parceria entre SENAI-PE e Funase leva qualificação a 500 jovens socioeducandos

Mais do que ensinar um ofício, oportunizar a mudança de muitas histórias. Ao longo de 2019, esse foi o objetivo da parceria estabelecida entre o SENAI Pernambuco e a Fundação de Atendimento Socieducativo (Funase), que, juntas, propiciaram a oferta de diferentes cursos de qualificação para 500 socioeducandos. O marco final da parceria ocorreu na última terça-feira (14), data da cerimônia de encerramento da última turma do projeto. Dessa vez, 23 jovens do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) do Cabo de Santo Agostinho conquistaram o certificado do curso de qualificação em Panificação.

Durante três meses, os jovens colocaram, literalmente, a mão na massa e aprenderam a produzir pães, bolos, massas e biscoitos, entre tantos outros itens. As aulas aconteciam diariamente, na cozinha da própria unidade, e eram ministradas pelo docente Rodrigo Coutinho, que atua no SENAI Paulista. Além do curso de Panificação, o SENAI Pernambuco também ofereceu qualificações em Aplicador de revestimento cerâmico e de eletricista instalador predial de baixa tensão. As aulas ocorreram, ainda, nas unidades da Funase de Abreu e Lima, Caruaru, Petrolina, Arcoverde e Garanhuns.

A iniciativa faz parte Programa SENAI de Ações Inclusivas (PSAI), projeto nacional que busca transformar a vida das pessoas por meio da inserção no mercado de trabalho. Nesse caso, a participação no curso também se mostrou importante para a progressão da medida socioeducativa. “Todos os socioeducandos dessa última turma conseguiram concluir o curso e agora estão aptos a trabalhar em indústrias, produzindo alimentos, e também podem abrir seu próprio empreendimento. Soubemos, inclusive, de vários jovens que hoje estão empregados”, comemorou Andréa Ramos, analista de Educação e interlocutora Regional do Programa SENAI de Ações Inclusivas, o PSAI.

O sucesso do projeto rendeu um registro de elogio para a diretora Regional do SENAI Pernambuco, Camila Barreto; para a diretora de Educação, Carla Abigail; e para Andréa Ramos. O documento foi assinado pela presidente da Funase, Nadja Alencar, e entregue ontem pelo coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque.

Imprensa FIEPE