Podcast Tais Paranhos

terça-feira, outubro 29, 2019

Porto Digital e Urbana-PE assinam acordo para implantação de laboratório de mobilidade urbana

Nesta terça-feira (29), o Porto Digital e Urbana-PE assinaram acordo para a implantação do Laboratório de Inovação Digital em Mobilidade Urbana, que será instalado no prédio do Portomídia. O projeto tem a missão de mapear desafios e oportunidades que propiciem a inovação digital para a mobilidade urbana. A assinatura ocorreu no Apolo 235 e contou com a presença de empresários, autoridades, pesquisadores e público externo.

Além do espaço físico, o laboratório visa o mapeamento de desafios e oportunidades tecnológicas e a implementação de soluções inovadoras em prol da mobilidade urbana em temas como segurança, informações e relacionamento com o usuário, eficiência operacional, bilhetagem e pagamentos, roteamento inteligente, telemetria, entre outros.

Serão cinco etapas ao longo de 24 meses, da implantação e operação inicial do laboratório até o desenvolvimento de modelos de negócio e proposição de mudanças regulatórias.

Nesse meio tempo, o Porto Digital irá realizar workshops e mapear soluções, assim como prospectar e assessorar na contratação de soluções maduras para os desafios mapeados. “A Urbana-PE entende que este é um momento crucial para inovar. Precisamos pensar em soluções que impactem na qualidade do transporte público e em novos modelos de negócio para a mobilidade urbana e para o desenvolvimento de cidades sustentáveis e justas. O Porto Digital será um parceiro fundamental neste processo”, explica o presidente do Urbana-PE, Fernando Bandeira.

Além disso, o acordo tem como princípio a integração do ecossistema de inovação de Pernambuco com as empresas ligadas à Urbana-PE. “O que queremos construir juntos é uma cooperação para enfrentarmos os desafios atuais da mobilidade urbana e transporte de passageiros, além de, com estudos de cenários propositivos realizados em conjunto, antever também o futuro e preparar as companhias para melhor atender a sociedade”, aponta o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena.