Podcast Tais Paranhos

domingo, maio 02, 2021

Sam Silva lança "Iso.Lados"

 

lsolamento, autoconhecimento e libertação através da arte. A cantora, compositora, instrumentista e produtora musical Sam Silva, um dos novos nomes da música autoral pernambucana, lançou o seu primeiro trabalho de estúdio. O projeto "Iso.Lados", incentivado pela Lei Aldir Blanc, traz um EP produzido pela própria artista e um álbum visual que transpõe em vídeo o universo das canções.

O EP chega às plataformas digitais de streaming, reunindo quatro canções compostas e produzidas por Sam Silva - a primeira faixa, "Liberdade", um instrumental com recitação por Gabi da Pele Preta; "Espelhos", parceria com Jonatas Onofre, um dos principais parceiros de composição da artista, que também participa da faixa; "Dias de Sol"; e "Madrugadas", composição feita com Juliano Holanda.

De cunho afetivo e sensível, "Iso.Lados" chega, também nesta sexta em formato de álbum visual no YouTube - ao longo deste 30/04, de manhã até a noite, a cantora postará um clipe para cada canção, compondo uma espécie de curta-metragem que mostra Sam Silva em interações com seu lugar de origem - a cidade de Goiana, na Zona da Mata Norte. As canções refletem as impressões emocionais da artista a respeito do processo de autoconhecimento em situação de isolamento.

"O EP não é só sobre a pandemia. Fala do sentimento de solidão, o isolamento interno, de você consigo mesmo, e como você consegue lidar com isso, inclusive, com questões suas que você não quer encarar", filosofa. "Iso.Lados" nasce orientado pelo pop psicodélico e sob o clima lo-fi, através dos quais Sam Silva apresenta uma música sinestésica, que apela aos sentidos e às emoções, tanto em letra quanto em arranjos. "Eu sempre gostei de ouvir o lo-fi, e comecei a querer produzir por causa dessa estética. Artistas do gênero, como Zeca Viana, do Recife, me inspiraram muito", explica ela.

Autodidata em música desde a adolescência, Sam Silva é um dos talentos notáveis da nova música autoral pernambucana. Durante muito tempo, foi a única baterista mulher atuante na Mata Norte. É instrumentista profissional e hoje atua nas bandas de Lucas Torres e na Prisma Orbe; no Projeto Tertúlia, coletivo de música e poesia autoral da Mata Norte; e integra a Mostra Reverbo.

Sam Silva encontrou no violão um grande parceiro de composição, com o qual também já realizou dezenas de apresentações por Pernambuco. Indo ainda mais além em 2021, Sam Silva se desbrava na produção musical, assinando, além de seu trabalho solo, a produção de obras musicais como o EP "Corpóreo" de Lucas Torres, e o single "Vídeo Chamada", de Renata Torres.

SERVIÇO:

Ouça "Iso.Lados", novo EP de Sam Silva
EP nas plataformas digitais e álbum visual no YouTube

SIGA SAM SILVA:


Ficha técnica:

Produção e Direção Musical por Sam Silva
Arranjos de Synth, Samples, Beats e Fxs por Sam Silva
Gravação de Voz e Mixagem por Matheus Pinto no Estúdio Caosnavial
Masterizado por Vinicius Aquino no Estúdio Carranca
Arranjos e gravação de baixo nas músicas “Dias de Sol” e “Liberdade” por Izaias Neto
Arranjos e Gravação de Guitarra nas faixas “Dias de Sol” e “Espelhos” por Raphael Urbano e Sam Silva
Arranjos e gravação de Baixo, Guitarra e Synth em “Madrugadas” por Juliano Holanda
Sample de piano em “espelhos” gravado por Jonatas Onofre.
Vozes dos Artistas Participantes gravados por eles mesmos, em casa.
Participação de Gabi da Pele Preta na faixa “liberdade”, Jonatas Onofre em “Espelhos” e Juliano Holanda em “Madrugadas”.
Fotos por Matheus Oliveira
Designer, Criação de Capa e produção gráfica: Lucas Torres



Nenhum comentário:

Postar um comentário