sexta-feira, 26 de junho de 2020

Impactos da Covid-19 no setor da Construção Civil

A curva decrescente do número de infectados e de suspeitos nos canteiros das obras privadas vem se constatando semana após semana. Isso é o que mostra pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), em parceria com a ADEMI e o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Pernambuco (Sinduscon), que revela que, na comparação desta semana (entre 22 e 25 de junho) com a primeira de flexibilização (entre 8 e 10 de junho), o número de infectados variou negativamente em 80,95%, enquanto que o número de suspeitas caiu 52,02% na comparação entre os períodos.

Realizada junto a 67 empresas que estão em atividades, a pesquisa revela que a doença atingiu apenas 0,12% do total de 10.601 trabalhadores entre os dias 22 e 25 de junho. Ou seja, apenas 13 funcionários estavam afastados dos canteiros durante esta semana de referência, enquanto que, na primeira semana (entre os dias 8 e 10 de junho), o resultado era de 34 pessoas ou de 0,63% da força de trabalho.

“Percebemos que os casos estão reduzindo e podemos dizer que as medidas de prevenção, como uso de máscaras, horários escalado de almoço, reforço de higiene, vêm contribuindo para o alcance desses resultados”, presidente do Sinduscon, Érico Furtado.

Imprensa FIEPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário