terça-feira, 21 de abril de 2020

Técnicos do IPA iniciam os trabalhos emergenciais em Fernando de Noronha

A equipe do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) iniciou, nesta quarta-feira (15), os trabalhos de campo no arquipélago de Fernando de Noronha. A ação visa atender uma demanda inicial de produção de alimentos de ciclo curto, tais como feijão, milho, melão, melancia, verduras, hortaliças e, desta forma, contribuir para a saúde alimentar dos moradores da ilha frente à crise sanitária e econômica provocada pelo Novo Coronavírus.
A iniciativa, realizada por meio da parceria firmada entre o IPA e Administração do Distrito Estadual de Fernando de Noronha, será dividida em duas etapas. No primeiro momento, será realizado o cadastramento prévio dos agricultores e georreferenciamento das áreas. Na segunda fase, será realizada a distribuição de sementes selecionadas, plantio, tratos culturais e acompanhamento técnico.
Para a próxima etapa, o IPA contará com o apoio de seis extensionistas que deverão chegar em Noronha próximo dia 25 e darão todo suporte técnico para a realização do plantio o mais célere possível. As equipes do IPA também deverão auxiliar os agricultores locais no cadastramento do auxílio emergencial do Governo Federal, seguindo as orientações da Secretária de Desenvolvimento Agrário, por meio da Portaria SDA N.º 016 de 08/04/20, DOE-PE 09/04/20.
A localidade tem quase que a totalidade dos seus suprimentos provenientes do continente e isso faz com que o custo de vida seja bastante alto, principalmente no que tange aos gêneros alimentícios. O experiente agricultor noronhense, Josinaldo Dantas,48 anos, conhecido como Naldo, destacou o papel da agricultura para a população de Noronha. “Há 20 anos trabalho com agricultura no arquipélago, porém só agora, com essa pandemia, a população despertou da grande necessidade de uma produção local, nem que seja apenas para o consumo das famílias”.
A equipe, formada pelo gerente do Departamento de Assistência Técnica técnicos, Maviael Castro, e pelos extensionistas, Guilherme Almeida (Técnico em Agropecuária) e Marlos Rêgo (Médico Veterinário) aportou na ilha no sábado (11), após cumprir o período inicial de quarentena sanitária, iniciou o georreferenciamento e cadastramento das áreas de plantio no dia de hoje. “Traçamos um protocolo sanitário para as ações com base nas determinações dos órgãos de saúde, de forma a trabalharmos com a máxima segurança tanto para os nossos técnicos, como para os agricultores noronhenses”, destacou Maviael Castro. 

Imprensa IPA

Nenhum comentário:

Postar um comentário