Minha Busca

domingo, outubro 27, 2019

SJDH e Procon-PE retiram mais de 40 kg de frango mal acondicionados em Goiana

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e o Procon-PE realizaram, na manhã da última sexta-feira (25.10), em Goiana, na Região Metropolitana do Recife (RMR), diversas fiscalizações. Durante as fiscalizações, o Varejão Goianense e o Frigorífico São José, ambos com produtos vencidos e mal acondicionados, foram mais de 40 kg de frango, 321 hambúrgueres, 5 kg de batatas e 66 empanados. 

No Frigorífico São José, ameixas, frutas cristalizadas e uvas-passas, totalizando 12,692 kg, todos sem data de fabricação e validade, foram retirados das prateleiras. Mais de 40 kg de frango também foram recolhidos. A carne estava em câmeras frias em que qualquer pessoa podia manusear, sem nenhuma proteção ou higienização. No mesmo estabelecimento, 321 hambúrgueres, 66 empanados e 13 bandejas de batatas cordadas (somando quase 5 kg), também foram recolhidos. Os produtos estavam com a consistência amolecida, e para venda precisariam estar congelados.

“Estamos descentralizando as ações para que o maior número possível de pernambucanos seja contemplado. Essa semana já realizamos um mutirão em Arcoverde e hoje e amanhã estaremos com atividades de cidadania em Goiana” detalha o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Já no Varejão Goianense, os fiscais encontraram iogurtes vencidos, alguns no dia 24 e outros no dia 19 de outubro. Nos dois estabelecimentos, os produtos vencidos foram descartados, já os que estavam sem data de validade ou fabricação e mal acondicionados, o estabelecimento ficou como fiel depositário, ou seja, não pode comercializar. O Procon-PE enviará um documento para a Vigilância Sanitária de Goiana, para que as devidas providências sejam tomadas em relação aos produtos apreendidos.


Imprensa Procon PE