quinta-feira, outubro 03, 2019

Dia da Natureza no Recife

Celebrado anualmente no dia 4 de outubro, o Dia da Natureza é dedicado a conscientizar a sociedade a refletir sobre métodos sustentáveis de utilizar o meio ambiente, sem danificá-lo. Com o intuito de incentivar o cuidado com os animais, preservação e a importância e influência que eles têm na vida das pessoas, a Prefeitura do Recife através da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, promove ações de educação ambiental na rede pública de ensino e, em alusão à data, realizará plantio com os alunos da Escola Municipal Casarão do Barbalho, no bairro da Iputinga, nesta sexta-feira (4), às 10h, como forma de retribuir e dar continuidade à preservação do meio ambiente. Serão plantadas 16 espécies de mudas, sendo 6 pitangas e 10 angicos-brancos, seguindo as normas e técnicas do Manual de Arborização do Recife. No final da atividade, as crianças que participarem desta ação levarão para casa um papel semente do programa Cidade Limpa com pequenos grãos de hortaliças que incentivam a criação de hortas.

O respeito à natureza também é disseminado através do Programa Educar para uma Cidade Sustentável em 66 escolas municipais do Recife, oficinas e atividades sustentáveis gratuitas nos equipamentos ambientais Econúcleo Jaqueira e Jardim Botânico durante os fins de semana, além do Sistema Municipal de Unidades Protegidas do Recife - SMUP e a distribuição do território das Unidades de Conservação da Natureza (UCN). “Garantir a preservação da natureza para as próximas gerações é papel de todo cidadão e por isso propagamos ações e lições de educação ambiental para que juntos possamos transformar o ambiente em que vivemos. Plantar uma árvore, separar o lixo, não desperdiçar água e energia são apenas alguns dos pontos que devemos lembrar sempre em função do bem da natureza”, explica o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Neves Filho. 

Agraciada com características geográficas que preservam riquezas naturais, possuindo remanescente de Mata Atlântica, cortada por rios, repleta de ilhas e mangues, Recife possui 38% - cerca de 8.422,05 hectares do território do município - destinados às 25 Unidades de Conservação da Natureza (UCNs), que somado às outras áreas verdes, como os IPAV e a arborização urbana, destaca a capital pernambucana como referência em área verde e proteção ambiental. Elas protegem importantes fragmentos de Mata Atlântica, com áreas de florestas e manguezais. As UCNs podem chegar a áreas de quase 4.000 hectares, como é o caso da Unidade Beberibe, localizada no bairro da Guabiraba, e outras de menor extensão, como a UCN Joana Bezerra, com 3.5 hectares. 

Uma estratégia implantada pela gestão municipal foi viabilizar os Planos de Manejo das Unidades de Conservação da Natureza concebido com uma proposta de metodologia inovadora, olhando de forma integrada para todas as áreas verdes municipais, com objetivos bem definidos e propositivos, garantindo maior usabilidade e construídos simultaneamente para todas as UCNs. Os Planos de Manejo definem as normas de uso das Unidades de Conservação da Natureza, categorizando-as, zoneando espacialmente e propondo programas e projetos que poderão ser executados, em harmonia com a população existente, traçando caminhos para conservação da paisagem e bioma, sem excluir fatores ambientais e socioeconômicos. 

Toda a construção dos Planos de Manejo das Unidades de Conservação da Natureza está sendo realizada de forma participativa, técnica e científica, potencializando as corresponsabilidades no uso sustentável e conservação dessas áreas, proporcionando o sentimento de pertencimento, coibindo a degradação e usos indevidos, viabilizando a conscientização no que se refere à importância desses recursos naturais não só para a população local mas também para a sociedade como um todo. “O trabalho de elaboração dos Planos de Manejo se iniciou no meio do ano de 2017, composto pelo diagnóstico, zoneamento e categorização e apresentação dos programas. Desde então, técnicos e líderes de comunidades integram as oficinas participativas para a construção dos planos de maneira totalmente colaborativa. A previsão de entrega dos Planos de Manejo das 25 UCNs é para dezembro deste ano”, ressalta o secretário executivo de licenciamento e controle ambiental, Carlos Ribeiro. 

mprensa Recife