sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Política se debate na escola

Mais de 50 adolescentes pararam suas atividades para debater política, na tarde dessa quinta-feira (20). Num momento delicado da democracia brasileira, o Colegio GGE convidou a jornalista e doutora em Ciências Políticas, Priscila Lapa para falar do cenário político atual. A especialista também ajudou os estudantes a pensarem sobre a importância do voto e em como contribuir para melhorar o país a partir das eleições.

"Escolher um presidente nunca é algo trivial. Sempre traz consequências. Agora mais do que nunca", afirmou a cientista política ao introduzir o debate, destacando o acirramento de ânimos às vésperas da eleição. 

Para chegar ao contexto político atual, Priscila Lapa fez um retrospecto histórico sobre a construção da democracia no Brasil e a importância da conquista do direito ao voto. " Voto não é um presente. Já houve um tempo em que mulheres e outros setores da sociedade não podiam votar", recordou.

De acordo com ela, o Brasil hoje vive uma divisão da população entre "o que é certo e vai ganhar as eleições e o que é errado e vai perder ". As redes sociais teriam contribuído decisivamente nessa polarização que começou a ganhar forma em 2013, quando várias manifestações tomaram o país para questionar entre outras coisas a corrupção. 

A jornalista admitiu que, apesar o acirramento dos debates sobre política, existe na sociedade um forte sentimento de desesperança. 

Para ela é fundamental que o eleitor se informe, principalmente, sobre os candidatos a cargos do Legislativo, para votar bem e contribuir com uma mudança de rumo na história.

Os alunos também puderam aprender como é feita a " conta" para eleger os ocupantes do Legislativo (sistema proporcional) e do Executivo (sistema majoritário). Assim como entender como os votos brancos e nulos influenciam o processo eleitoral. 

"Foi muito boa a explicação sobre o processo do voto. A gente achava que era tudo igual para votar para presidente ou senador e vimos que não é. Vou votar mais esclarecida", avaliou Ana Paula Cruz de 18 anos. 

"O sistema político é muito complexo. A gente precisa ter esse debate. É preciso saber como tudo funciona. Essa conversa é muito importante", completou, Vitor Guerra.




Nenhum comentário:

Postar um comentário