domingo, 23 de setembro de 2018

Pesquisa pioneira sobre mulheres trans em Pernambuco

Carla Andréia Alves de Andrade (foto) é mestra em Educação e Saúde pela UFPE e sua dissertação sobre a saúde de mulheres trans e o uso de hormônios acaba de ser publicada na revista Cogitare, da Universidade Federal do Paraná. 

A pesquisa é pioneira no Brasil no que se refere aos cuidados de saúde de mulheres transexuais e o uso de hormônios. Carla ainda pretende ampliar esse estudo, com a criação do primeiro protocolo de atendimento clínico para mulheres trans que fazem uso de hormônios. 

As pesquisas de campo foram feitas de forma ququalitativa. Paralelo ao seu mestrado, Andréia também fez uma pós graduação em gênero e sexualidade. Durante os estudos, ela ainda enfrentou um câncer de ovário, mas não desistiu de sua pesquisa em nenhum momento, encontrando apoio em sua família, o esposo Cléber Sobral e a filha pequena Pietra, de apenas cinco anos.  

Para o doutorado, Andréia quer ampliar ainda mais sua pesquisa. 








Um comentário:

  1. Parabéns amiga pelo belíssimo trabalho, que discute o cuidado com as mulheres trans.

    ResponderExcluir