sexta-feira, julho 13, 2012

Pedro Cardoso compara donos de sites e revistas de fofoca com nazistas

O ator Pedro Cardoso causou polêmica ao participar do debate sobre invasão de privacidade levantado pelo programa "Na Moral", da Globo, desta quinta-feira (12). Discutindo com o fotógrafo Felipe Panfili, especializado em fazer fotos de artistas, Cardoso chegou a comparar os empresários donos de sites e revistas de celebridades aos nazistas. Ele também afirmou que a profissão de paparazzi é medíocre.



"Meu inimigo não é ele [o fotógrafo] ou outra pessoa, que infelizmente, ganha a vida de uma maneira medíocre. Meu inimigo é o cara que contrata esse serviço. O cara que, sendo empresário, põe dinheiro numa coisa que é a minha vida particular", falou Pedro Cardoso.

Questionado pelo apresentador Pedro Bial sobre o desejo do público em comprar revistas e acessar sites sobre celebridade, Cardoso rebateu: "Os alemães também compraram o nazismo, por esse raciocínio. A sociedade tem demandas, mas nem todas as demandas da sociedade são a saúde dela".

O fotógrafo Felipe Panfili, então, revelou que seus maiores clientes são um site e uma revista sobre famosos de propriedade das Organizações Globo. "Então eu estou falando da Globo", falou Cardoso.

"A minha vida não é melhor que a dela [apontou o ator para a plateia do programa] ou superior a vida dela. E através dessa falsa e ridícula mídia que vende a vida particular das pessoas ninguém está sabendo verdadeiramente quem eu sou. São falsas notícias. Infelizmente, uma enorme parte da classe artística ou pseudoartística não compreende esse fenômeno e acha que está sendo outra ridícula categoria: formador de opinião ao ficar falando de qualquer assunto, sobre qualquer coisa", concluiu o ator Pedro Cardoso.

Folha SP - Ilustrada

Nenhum comentário:

Postar um comentário