domingo, maio 08, 2022

Cobogó das Artes leva texto de Caio Fernando Abreu para os palcos recifenses

 

A Cobogó das Artes, escola de teatro com atuação no Recife, abre a temporada de espetáculos de 2022 apresentando a peça Pode ser que seja só um leiteiro lá fora", com direção de Adriano Portela(Recife Assombrado) e MaduMelo. O elenco é de alunos, ex-alunos e professores da Cobogó. A peça estreia no dia 13 de Maio, no Teatro Apolo, no Bairro do Recife, às 19h, e faz parte do ciclo comemorativo dos cinco anos de atividade da Cobogó.

O espetáculo é uma adaptação do texto de Caio Fernando Abreu e promove uma conexão direta entre Pernambuco-Rio Grande do Sul. Com exceção de autores do teatro clássico, esta será a primeira vez que a escola encena uma produção de autores não-pernambucanos ou regionais. A Cobogó acumula uma tradição de trabalhar nomes como Osman Lins e Ariano Suassuna.

"Eu até me emociono ao lembrar da nossa estreia, em 2017. Foi com Lisbela e o prisioneiro, e nos marcou muito. De lá para cá, sempre tivemos casa cheia e muita história marcante", recorda Portela, que, além de diretor da peça, é o fundador da Cobogó das Artes.

Desta vez, a escola mergulha no universo de Caio F. Abreu. A história de Pode ser que seja só um leiteiro lá fora conta que, em meados dos anos 1970, alguns jovens ocupam um casarão abandonado para passar a noite e escapar da chuva. Durante esse tempo, eles vivem uma profunda experiência de liberdade, com debates sobre assuntos aleatórios, além de cantar, dançar, experimentar e sonhar. Há também momentos de desabafos e conversas profundas.

"Eu costumo associar que esta casa pode ser facilmente a nossa casa de fato, a sede da Cobogó das Artes. Aqui, antes de tudo, nós somos um espaço de resistência, de sonhos e de fazer arte. Acho que isso me fez perceber que havia uma conexão com aquela casa do texto de Caio F.", afirma Portela, que redescobriu o texto do autor gaúcho durante uma experiência com escritor e professor de um curso de Escrita Criativa, em Porto Alegre. "Achei que combinava muito com esse momento que o país passa", concluiu. O texto de Caio F. de Abreu passou anos sob censura do regime militar

Além de criar a conexão entre os dois estados, a peça Pode ser que seja só um leiteiro lá fora também significa um novo momento para Madu Melo, professora de teatro e dança e ex-aluna da Cobogó.

"É um momento bem desafiador e, ao mesmo tempo, mágico para mim", conta


INGRESSOS

Os ingressos estão à venda pelo Sympla: https://www.sympla.com.br/evento/pode-ser-que-seja-so-o-leiteiro-la-fora-cobogo-das-artes/1524755

Inteira custa R$ 40,00
Meia-entrada: R$ 20.00

ANIVERSÁRIO DA COBOGÓ

O espetáculo também marca as comemorações de cinco anos de atividade da escola Cobogó das Artes. O aniversário será em agosto, mas o ano será de festa, com muitos espetáculos. Este será o primeiro de um ciclo de apresentações ao longo do ano com caráter comemorativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário