Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

domingo, março 14, 2021

Procon-PE termina festa clandestina em Aldeia

 

Um fim de semana trabalhoso para as equipes do Procon Pernambuco. Desde a noite da última sexta-feira (14.03), até hoje (14.03) pela manhã foram 12 autuações e quatro interdições, uma delas à uma festa clandestina que acontecia no município de Camaragibe. A ação do órgão passou pelas Zona Norte, Sul e Oeste do Recife, e pelos municípios de Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Itamaracá e Camaragibe.

Na madrugada deste domingo (14.03), uma festa clandestina, no km 10 de Aldeia, no município de Camaragibe, foi encerrada. Após receber denúncia, o órgão de defesa do consumidor chegou a uma mansão, localizada na Rua Mário de Alencar, onde tinham 81 pessoas, 33 homens e 48 mulheres, entre eles cinco menores de idade. Todos foram conduzidos no ônibus cedido pela Secretaria de Ressocialização (Seres), para a Delegacia de Camaragibe.

Ao se dirigir ao local, o som alto da residência denunciava a irregularidade e a falta de sensibilidade, diante do quadro crítico que todo o País passa, devido a pandemia da Covid-19. Todos os presentes na residência estavam sem máscaras e muitos consumindo bebidas alcoólicas. A casa tinha sido alugada por R$ 1.800, para o fim de semana, com entrada no sábado às 8h e saída às 19h do domingo.

Quando alguns jovens foram questionados se não tinham medo de serem contaminados pelo vírus e de transmitir para os pais, eles alegaram que os pais não estão dando importância para doença e que andam pelas ruas sem máscaras. Todos os presentes assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

O dono da casa foi até a delegacia e explicou que mora lá, mas a aluga nos fins de semana. Disse, ainda, que tinha alugado para uma pessoa, que não estava entre os que foram conduzidos para a Delegacia. O dono da residência foi autuado pelo Procon-PE e a residência interditada. Até apresentar defesa ele não pode mais alugar o imóvel.

“É inacreditável que ainda tenhamos que desarticular absurdos como estes. Não vamos esmorecer. As fiscalizações vão continuar intensas e aqueles que descumprirem os protocolos terão que arcar com as consequências, como essas 81 pessoas que, irresponsavelmente, colocaram suas vidas e as de muitas outras em risco”, assegura o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Ainda nas fiscalizações do sábado (13.03), quatros lugares foram autuados e outros dois interditados. Foram eles: a hamburgueria Burgarella, em Prazeres, e a loja de conveniência do posto TVC, em Abreu Lima. Um aniversário que acontecia em uma calçada de Jaboatão foi terminado a pedido dos policiais; e uma pelada na praia do Janga também foi encerrada.

Já neste domingo foram autuados um espaço de bronzeamento artificial, em Paulista, e um depósito de bebidas em Igarassu. Em Mangue Seco, mais uma partida de futebol na praia foi encerrada a pedido da PM.

Participaram das ações, Procon-PE, Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

SEXTA - Seis locais foram autuados na noite da sexta-feira (12.03). Eram bares, lanchonetes e docerias que estavam funcionando com atendimento presencial. No bairro do Janga, o Mercadinho Progresso foi interditado. Na frente do estabelecimento havia pessoas sem máscaras, consumindo bebidas e jogando dominó, destoando do serviço de mercadinho.

lmprensa Procon PE



Nenhum comentário:

Postar um comentário