terça-feira, dezembro 01, 2020

Obras da Compesa em Caruaru

 

O reforço no abastecimento de água anunciado em novembro pelo Governo de Pernambuco para o município de Caruaru terá continuidade. Já estão em curso as intervenções para ativação da capacidade nominal de operação das Estações de Tratamento de Água Petrópolis e Salgado, que visam à interligação dos sistemas Prata/Pirangi, Adutora do Agreste e Adutora de Jucazinho. As obras, orçadas em R$ 6 milhões e com previsão de conclusão para junho de 2021, beneficiarão mais de 226 mil pessoas no município.

 

As intervenções na ETA Petrópolis visam a recuperação das unidades de tratamento e ampliação da capacidade da subestação elétrica. Nas condições atuais, a ETA trata uma vazão de 500 litros por segundo, mas tem capacidade nominal para tratamento de 830 litros por segundo. Já os serviços na ETA Salgado serão para construção de uma elevatória de água tratada com capacidade de 500 litros por segundo, além da ampliação da capacidade da subestação elétrica. Atualmente, a ETA trata vazão de 300 litros por segundo e possui limitantes no trajeto para o abastecimento do reservatório de distribuição. Juntas, as obras representarão um incremento significativo da vazão, elevando a capacidade de tratamento de 800 para 1,3 mil litros de água por segundo.

 

A presidente da Compesa, Manuela Marinho, avalia positivamente as intervenções para a melhoria do abastecimento na área urbana de Caruaru. “Temos uma perspectiva muita boa de melhorar ainda mais o calendário de abastecimento da zona urbana a partir das obras de ampliação das ETAs. Uma ação complementar aos ajustes operacionais executados no último mês pela Compesa, que permitiram a redução no regime de distribuição de água da cidade. Uma mudança amparada na recuperação do sistema Jucazinho a partir do excelente volume de chuvas que tivemos esse ano na Região do Agreste. Encerramos o ano com boas notícias especialmente para os caruaruenses”, destaca Manuela.


lmprensa Compesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário