terça-feira, novembro 24, 2020

SINTEPE denuncia casos de Covid nas escolas em Pernambuco


O sindicato dos trabalhadores da Educação em Pernambuco desde sempre se mostrou contrário às aulas presenciais, temendo pela saúde de professores, alunos e funcionários. Não poderia dar outro resultado: casos de Covid-19 explodiram:

*NOTA DO SINTEPE*


*_Na luta pela vida!_*

 

Na luta pela vida desde o mês de março, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) foi contrário ao retorno às aulas presenciais, que aconteceram por determinação judicial em outubro deste ano.


De lá para cá, são inúmeras as denúncias de casos de covid-19 nas escolas, tanto em trabalhadores/as em educação, quanto em estudantes. Em Sertânia, na Escola Técnica Estadual Arlindo Ferreira dos Santos, foram comprovados 15 casos positivos de covid-19, sendo 62,5% dos trabalhadores/as. Esse número é considerado alarmante, levando em consideração que os/as estudantes não foram testados.


A Vigilância Sanitária foi acionada e hoje inicia um processo de sanitização, no entanto, não resolve o problema, visto que este é, apenas, o primeiro passo do processo de cuidados necessários ao combate do contágio do covid-19 na escola.

 

Diante dos riscos inerentes à comunidade, exigimos o fechamento imediato da escola citada e que todos/as sejam testados/as, com a garantia de que as pessoas com confirmação de covid-19 e os contatos sejam colocadas em quarentena, como forma de preservar a segurança e a vida.


O Sintepe também recebeu denúncias de casos confirmados de covid-19 nas seguintes escolas: EREM Fernando Mota, Boa Viagem; Escola Pedro Barros Filho, Piedade; Ginásio Pernambucano, Rua da Aurora; Escola Nestor Gomes de Moura, Jaboatão dos Guararapes; Escola Amor Divino, bairro do Jordão, Jaboatão dos Guararapes; Escola Manoel Borba, Boa Viagem, Recife; Ginásio Pernambucano, Avenida Cruz Cabugá, Recife; EREM Antônio Dias Cardoso, Vitória de Santo Antão; Escola Padre Dehon, Caxangá, Recife; EREM Doutor Francisco Siqueira, Lagoa do Carro; Escola José Glicério, Prazeres, Jaboatão dos Guararapes; Escola Manoel Messias Barbosa, Petrolina; Escola Jornalista João Ferreira, Petrolina. Gerência Regional de Educação (GRE) Metro Sul. 


Para todos esses locais de trabalho, exigimos o rigoroso cumprimento dos protocolos sanitários devidos e a suspensão das atividades como medida de prevenção e controle.


O Sintepe entende que manter as atividades presenciais em meio a uma pandemia, e com casos confirmados, põe em risco a vida de professores/as, dos demais trabalhadores/as em educação, de estudantes e de seus familiares, ampliando os riscos de mortes na população. 


O governo precisa tomar medidas urgentes, como a realização de testes em massa, para impedir o avanço do contágio por covid-19 na rede pública estadual de ensino e a suspensão das atividades nas escolas com casos confirmados.


O Sindicato permanece alerta, denunciando por meio de campanha de mídia, o crescimento de casos de contágios da covid-19 nas escolas. A luta continua. Por direitos da categoria, em defesa da educação pública e, acima de tudo, pela vida dos pernambucanos e pernambucanas.

 

DIREÇÃO DO SINTEPE

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário