01/11/2019

Aila realiza homenagem a sacerdotes da Umbanda e Jurema Sagrada

Nesta sexta-feira (1º), a Academia Internacional de Literatura e Artes (AILA) irá realizar a entrega de Honra ao Mérito e Saberes Notórios, para seis sacerdotes do Candomblé e Jurema Sagrada do Recife e da Região Metropolitana. A premiação faz parte da celebração do mês da consciência negra no estado, dos 21 anos de existência da AILA e dos 13 anos da Caminhada dos Terreiros de Pernambuco.

Receberão a premiação a coordenadora da caminhada dos terreiros de Pernambuco, mãe Elza de Iemanjá, Pai Messias, Pai Josemar, Pai Antônio de Xangô, Mãe Verônica e Mãe Graça Costa. A homenagem tem como objetivo o fortalecimento e reconhecimento por mais de 50 anos de combate ao racismo e da intolerância religiosa.

Para o secretário geral da AILA e sacerdote da Umbanda e Jurema Sagrada, Jorge Arruda, é um dever da instituição está junto da sociedade civil organizada. “O Terreiro é um lócus de saber notório. Onde tem acolhimento e enfrentamento aos diversos tipos de discriminações. Além disso, dentro do terreiro existe cuidados com a saúde e programas de incentivo à leitura”, enfatizou Arruda.