domingo, maio 26, 2019

Recife Bom de Bola

Cerca de 100 pessoas participam, até o final de julho, do curso de formação de árbitros e delegados para o Recife Bom de Bola, maior campeonato de futebol de várzea do mundo. A atividade é realizada pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, em parceria com a Unidade Virtual de Cursos à Distância da Secretaria de Educação (Unirec) e com o Sindicato dos Árbitros de Pernambuco. Pela primeira vez, o curso une aulas teóricas e práticas, atividades realizadas em ambiente virtual e encontros presenciais.

O Recife Bom de Bola promove a inclusão social e a integração entre as diversas comunidades do Recife através do esporte. Os encontros presenciais estão ocorrendo às quintas-feiras, das 19h às 22h, no Sport Club do Recife. Assim, as atividades virtuais acontecem das sextas às quartas, período em que o estudante acessa o ambiente virtual Moodle (plataforma online e gratuita de aprendizado à distância) para leitura do conteúdo, visualização dos vídeos e realização das atividades propostas. O foco do curso é o estudo e aplicação das regras de futebol de campo.

Além das aulas online e dos encontros presenciais, haverá também debates, palestras, trabalhos em grupo e aulas práticas em campo. Complementando a formação, um estágio será realizado no próprio campeonato, em três jogos das categorias Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Aberto Masculino. “O curso de arbitragem é mais um legado que o Recife Bom de Bola deixa para a sociedade. Estamos capacitando e formando profissionais para atuar no mundo do futebol”, acrescenta a secretária executiva de Esportes do Recife, Yane Marques.

“Já pratiquei arbitragem de forma amadora e agora tenho a chance de aprender e me qualificar mais. Pretendo ser juiz do Recife Bom de Bola e também ter uma renda extra como árbitro de futebol. Sou de Belém e lá eu apitava muito em campeonatos de várzea”, afirma o balconista paraense Walderson Chaves, que mora em Pernambuco há seis anos.

Após a conclusão do curso, e antes do estágio, o aluno já poderá se credenciar junto à Prefeitura do Recife para exercer a função de árbitro comunitário, bem como ao Sindicato dos Árbitros de Pernambuco para arbitrar jogos de futebol amador. “Fui jogadora de futebol feminino e árbitra de futsal. Ano passado trabalhei como delegada do Recife Bom de Bola e estou no curso para aprender mais e conhecer melhor as regras”, aponta Risete Cavalcanti, moradora de Jardim São Paulo.

TORNEIO - Este ano, o maior campeonato de futebol de várzea do mundo vem com novidades: pela primeira vez, haverá premiação em dinheiro e inclusão da modalidade futsal. A premiação valerá para o torneio de futebol de campo, que distribuirá um total de R$ 20 mil em prêmios. As inscrições para o futebol de campo estão sendo realizadas no período de 3 de maio a 30 de junho, enquanto que as equipes do futsal poderão garantir suas vagas entre os dias 1 e 30 de julho.

O torneio de futebol de campo terá sete categorias (Aberto, Veterano, Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Feminino), com expectativa de participação de aproximadamente 450 equipes das seis RPAs do Recife, com cerca de 13 mil atletas. Atletas que se destacarem nas categorias Sub-15 e Feminino serão encaminhados para os principais clubes de futebol do Estado.

Já o torneio de futsal será disputado na categoria adulta (masculino e feminino), com a participação de cerca de 150 equipes de todas as RPAs. Os jogos ocorrerão em quadras distribuídas por toda a cidade e as equipes campeãs de cada RPA serão premiadas com troféus e medalhas, bem como os três primeiros colocados da fase final.

Imprensa Recife