terça-feira, 16 de outubro de 2018

Segunda edição do Festival do Livro do Litoral Sul movimenta mais de R$ 2,5 milhões no Ipojuca

Palestras, workshops, lançamentos de livros, apresentações culturais, contação de histórias, oficinas e shows integraram a programação dos sete dias do II Festival do Livro do Litoral Sul, que chegou ao fim nesta segunda-feira (15) com um público de 40 mil pessoas visitando os 50 estandes no Clube Municipal do Ipojuca. A feira literária, que movimentou R$ 2,5 milhões e criou mil empregos diretos e indiretos, já tem edição confirmada para 2019.

O último dia do evento contou com programação especial para o Dia dos Professores, com a presença dos educadores Celso Antunes, Luzilá Gonçalves e Hamilton Werneck. Santanna, O Cantador, encerrou as atividades da feira para uma plateia animada, que lotou o clube Municipal.

Com o tema “História, poesia e cultura em Terras de Santa Cruz”, o Festival do Livro prestou homenagem aos escritores e professores Fátima Oliveira, Arnaud Mattoso e Allison Santos, importantes nomes da educação e literatura na cidade.

A Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras – Andelivros promoveu o Festival do Livro do Litoral Sul com o apoio da Prefeitura do Ipojuca, por meio da Secretaria de Educação do município. A edição deste ano contou representação de mais de 100 editoras e distribuidoras. O presidente da Andelivros, Alventino Lima, comemora o crescimento das feiras literárias não só no Ipojuca, mas em outras cidades de Pernambuco.

“Este ano tivemos um aumento no número de estandes no Festival do Livro do Litoral Sul e tudo indica que no ano que vem teremos um número ainda mais expressivo, pois muitas editoras já estão reservando seus espaços. Realizamos também feiras em Caruaru, Petrolina e no Recife, e o interesse do pernambucano na leitura e na preservação da cultura local é cada vez maior”, explica.

A prefeita do Ipojuca, Célia Sales, destaca que é um compromisso da gestão apoiar eventos que incentivem à leitura como formação dos jovens da cidade. “Os ipojucanos foram especialmente representados no evento: os escritores da nossa terra tiveram espaço de destaque e as atrações valorizaram a nossa história, poesia e cultura. Além disso, os nossos alunos participaram das atividades do evento e os professores receberam uma bolsa-livro para ser usada na compra de livros, como parte das iniciativas de formação continuada”.

“Com o propósito de democratizar o acesso à leitura e promover o incentivo das habilidades na escrita, o Festival se tornou uma marca do novo tempo de grande expressividade para a aquisição de acervo que possa impulsionar a prática educativa, a valorização e o desenvolvimento de nossos profissionais”, ressaltou o secretário de Educação do município, Noberto Júnior.

Entre os principais nomes que estiveram na feira estão o poeta da cultura popular nordestina Jessier Quirino (foto), que marcou a abertura, os cantores Maciel Melo e Petrúcio Amorim, que cantaram suas músicas mais conhecidas no palco principal da feira, e o escritor Raimundo Carrero, que ministrou uma oficina literária. A criançada também pôde se divertir muito ao som da dupla Mateus e Katilinda, que fez um show todo especial no Dia das Crianças, e também com a contação de histórias de Susana Moraes e Tio Diego e também d’O Tapete Voador, além de outras atrações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário