quarta-feira, janeiro 06, 2021

Denúncia: Terreiro de Umbanda em Olinda é invadido

 

Não é a primeira vez que a Tenda de Umbanda e Caridade Caboclo Flecheiro passa por episódios de intolerância religiosa. Hoje, o sacerdote Edson de Omulu denunciou em seu Facebook que a cidadã da imagem ao lado - identificada pelo sistema de segurança do terreiro - na manhã de hoje, agrediu com xingamentos "em nome de Jesus". A intolerância religiosa no Brasil é uma prática ilegal e inconstitucional, sendo considerada crime, com pena dosada de um a três anos de reclusão, além do pagamento de multa, conforme a Lei nº 9.459/1997.

Veja o depoimento do babalorixá, publicado no Facebook


lNVASÃO AO TERREIRO E AMEAÇAS DE MORTE - Quarta, dia 06 de janeiro de 2021 
Hoje por volta das 9h40 da manhã, esta pessoa, que foi filmada pelo sistema de segurança do terreiro, arrombou um portão, nos xingou, gritava aos 4 ventos que IRIAMOS MORRER E IR PRO INFERNO, e que nossa casa seria ocupada por "A" e sua família (a família de sempre, vcs sabem bem) após nosso fim, em nome de JESUS. 
Não tenho força sequer pra escrever mais nada além de relatar. Cada parte do meu ser, neste momento, se indigna e tem profunda VERGONHA do Estado Brasileiro, que assiste sem nada fazer de concreto, a violações como esta aqui em nossa Tenda de Umbanda e Caridade Caboclo Flecheiro e muitos outros terreiros Brasil afora.
Mas irei me levantar e já me decidi a levar essas denúncias ao plano internacional, se necessário - enquanto ainda estiver respirando.

Um comentário:

  1. Querido Pai Edson e todos os irmãos e irmãs desta comunidade, lamento e choro ao ouvir noticas como essa. E saio em público para denunciar e para conclamar a todos e todas que se unam a nós na defesa das comunidades de tradições afro-descendentes. E o que mais me dói é saber que as pessoas fanáticas que fazem isso usam o nome de Jesus que é só Amor e Diálogo para praticar intolerância e ódio. Contem comigo em tudo o que eu puder para estar ao lado de vocês e com vocês neste caminho do diálogo. Que Deus e todos os Orixás e Caboclos abençoem vocês e os/as iluminem sempre. Abraço do irmao Marcelo Barros

    ResponderExcluir