segunda-feira, 18 de maio de 2020

Início da quarentena rígida no Recife tem fiscalização em toda a cidade e operação no Largo Comercial de Casa Amarela

Neste sábado (16), tem início a vigência do Decreto Estadual que estabelece a quarentena rígida no Recife e em outras quatro cidades da Região Metropolitana. Para fazer valer as determinações do decreto, a Prefeitura do Recife colocou um efetivo de mais 500 agentes dos serviços essenciais nas ruas, para atuar em conjunto com as forças do Governo do Estado.

Foram montados 16 pontos de fiscalização da Trânsito Transporte Urbano do Recife (CTTU) e Polícia Militar para monitorar o rodízio de veículos e o cumprimento da circulação apenas de profissionais envolvidos nos serviços essnciais. Aproximadamente 330 agentes de trânsito participam da operação. A Guarda Municipal do Recife também fará rondas com viaturas pelas vias da cidade, orientando as pessoas que estiverem descumprindo a quarentena voltar para casa.

“A CTTU está empregando forte efetivo em 16 pontos espalhados pela cidade do Recife, hoje iremos empregar 300 agentes de trânsito, fazendo as diversas abordagens e identificações, onde só passarão o que está permitido pelo decreto do Estado. O objetivo dessa ação é de fato que as pessoas fiquem em quarentena diante da necessidade de frear esse inimigo invisível que é o vírus da covid-19”, afirmou o gerente geral de Operações e Fiscalização da CTTU, Fabiano Ferraz.
           

Além disso, uma operação de fiscalização e orientação, em conjunto com o Governo do Estado, está acontecendo no largo comercial a Amarela. A ação tem como objetivo garantir o cumprimento da quarentena no bairro, que tem registrado grande número de pessoas nas ruas. A operação conjunta contou com efetivo de cerca de 170 profissionais da Secretaria Municipal de Mobilidade e Controle Urbano - Semoc, através da Dircon e CTTU, Procon Recife, Secretaria Municipal de Saúde – Sesau e Secretaria de Defesa Social – SDS-PE, através da Polícia Militar e do Batalhão de Polícia de Rádio Patrulha –BPRP

“Essa é a primeira grande ação que estamos fazendo no início da quarentena rígida. A gente tem o objetivo de orientar e fiscalizar aqui em Casa Amarela, porque além de ser um dos bairros mais populosos do Recife, ele atrai as pessoas por conta do centro comercial. Então a gente precisava fazer um processo de orientação porque as pessoas precisam de informação neste momento. Estamos aqui Dircon, Guarda Municipal, Procon, CTTU Toda a Prefeitura para juntos orientar a população para que fique em casa e só saia se for essencial”, afirmou a Gerente Geral da Dircon, Cândida Bonfim.

Em Casa Amarela, na manhã deste sábado, seis estabelecimentos foram interditados. Quatro por não se enquadrarem como serviços essenciais: duas financeiras, uma vidraçaria e uma loja de comséticos, e duas farmácias que não estavam cumprindo as determinações do decreto, como disponibilizar alcool em gel para os clientes na entrada do estabelecimento e garantia do distanciamento dos clientes no interior do estabelecimento. Por se tratar de serviço essencial as farmácias podem reabrir assim que se adequarem às determinações. Outros 15 estabelecimentos de serviços essenciais como farmácias, mercados e açougues foram notificados para o cumprimento do decreto e se adequaram imediatamente, podendo continuar abertos. 

As equipes da Prefeitura do Recife estão fazendo o controle de entrada nos equipamentos municipais do Largo: o Mercado de Casa Amarela, Anexo I do Mercado, Anexo II-COBAL, Pátio de feira e Centro de Comércio de Casa Amarela – Sempre Viva, com distribuição de máscaras e álcool em gel e ordenamento de filas; a CSURB manterá as ações de distanciamento e higienização que já vêm sendo realizadas dentro de equipamentos públicos, além do disciplinamento do comércio informal na Rua Padre Lemos e entorno. Mais de duas mil máscaras foram distribuídas aos recifenses que passaram pelo largo de Casa Amarela hoje.

A Diretoria de Controle Urbano e equipes do Procon Recife estão realizando a fiscalização do comércio no largo, garantindo que só as lojas autorizadas pelo decreto estadual estejam abertas. Também haverá a distribuição de material informativo sobre a quarentena e o novo coronavírus, máscaras e aplicação de álcool em gel.

Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces) e outros profissionais das equipes da Vigilância Ambiental do Recife foram responsáveis por desinfectar os cinco mercados públicos de Casa Amarela, Zona Norte do Recife. O processo de desinfecção em cinco mercados públicos do bairro de Casa Amarela, na zona norte do Recife. A sanitização consiste na aplicação de um desinfetante com ação viricida de alto nível, cuja ação tem início em até cinco minutos e o efeito residual atua por 24 horas.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) também esteve no local e, em parceria com o Batalhão da Polícia de Rádio Patrulha (BPRP), montou três pontos de observação para abordagem educativa dos condutores. O efetivo estará no entorno do Mercado de Casa Amarela nas interseções da Rua Padre Lemos com Estrada do Arraial, Rua Visconde de Taunai com Rua Conselheiro Peretti e Rua Padre Lemos com Rua Pedro Allain.
  
O Projeto Arte que Cura, também fez parte da ação na sua quarta etapa com o a Campanha Varal do Bem (Eu cuido de você e você cuida de mim). Em um  dispositivo itinerante foi montado no Mercado de Casa Amarela com com máscaras gratuitas para a população.  A ação é uma iniciativa da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer (Seturel), que vem promovendo ações de incentivo à população através das artes e, segundo a secretária da pasta, Ana Paula Vilaça, algumas das máscaras trarão mensagens de reflexão e afeto como “Eu cuido de você e você cuida de mim’, ‘Lave as mãos’, ‘Distância é Amor’, ‘Se proteja’ e ‘Vai passar’.

Imprensa Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário