quarta-feira, março 10, 2021

Cocô de Passarinho estreia dia 20 de março no YouTube

 

Em 2020, a Cia Noz de Teatro ofereceu ao público registros de seus espetáculos pela internet. Agora, com recursos do Proac Expresso Lab-Lei Aldir Blanc - 38/2020, a companhia traz uma temporada da peça Cocô de Passarinho com gravação inédita, em vários ângulos. A temporada é gratuita e começa dia 20 de março, sábado, 14h, no canal de Youtube do grupo.

Inspirada na obra homônima da escritora e ilustradora Eva Furnari, a peça se passa em uma vila habitada por moradores muito rabugentos que se encontram todos dias na praça, mas não tem muito o que falar. Suas vidas monótonas e sem perspectivas são transformadas por um problema que enfrentam todos os dias: o cocô que os passarinhos fazem em suas cabeças. A adaptação da peça fica a cargo da também diretora Anie Welter que, para esse trabalhou, contou com um time de colaboradores composto por Carla Mercado, GpeteaH, Jota Rafaelli, Lais Trovarelli, Luciana Venancio, Rafael Petri, Renata Andrade e Valcrez da Silva Siqueira.

Neste espetáculo, os bonecos foram criados a partir de um processo de costura em espuma que exigiu um tamanho grande para que suas feições fossem aprimoradas. O resultado se assemelhou a estatura humana e, para dar mais mobilidade aos atores-manipuladores, o acabamento foi feito até a altura da cintura para que as pernas fossem a dos próprios artistas. Pensando também em conferir flexibilidade ao trabalho de manipulação, os bonecos de espuma se tornaram moldes para uma versão final feita de isopor, que mantém uma estética quase idêntica ao dos moldes e tem um peso reduzido para possibilitar mais movimentos e agilidade.

Premiado pelo APCA como Melhor espetáculo de animação/bonecos e com três indicações ao Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem (melhor cenário, melhor adaptação e melhor espetáculo infantil), Cocô de Passarinho conta a história dos poucos moradores de uma nova vila que se encontram todos os dias na praça, mas não tem muito que falar. Suas vidas monótonas e sem perspectivas são transformadas por um problema que enfrentam todos os dias: o cocô que os passarinhos fazem em suas cabeças. Um dia um vendedor de flores passa pela cidade e uma situação inesperada transforma a vida de todos eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário