sábado, 4 de abril de 2020

Coronavírus: SJDH orienta instituições para o cuidado com as pessoas idosas

Como forma de orientar para os cuidados com as pessoas idosas residentes em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) diante da pandemia causada pelo Coronavírus (Covid-19), foi publicada e enviada às ILPIs e secretarias municipais de saúde uma nota técnica conjunta elaborada pelas Secretarias de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), Desenvolvimento Social Criança e Juventude (SDSCJ) e Saúde (SES). No documento, constam diversas recomendações que vão desde a disponibilização materiais de higiene, como álcool em gel, sabão e toalhas de papel para os moradores, até implantação de um plano interno de trabalho. 

Também compõem a NT medidas como a priorização de pessoas idosas residentes em ILPIs na campanha nacional de imunização contra a Influenza, além do isolamento e posterior acionamento emergencial de serviços de saúde caso haja algum caso de residente que apresente sintomas sugestivos à Covid-19 (tosse, espirros, coriza, febre e diarreia). Aos profissionais que atuam na área, em havendo casos suspeitos, a observação é que todos utilizem equipamentos de proteção individual (EPIs), como luvas, máscaras, óculos e aventais descartáveis. Todas as recomendações da NT deverão ser reforçadas às instituições pelas secretarias municipais de saúde. 

O fortalecimento dos vínculos de afeto por meio virtual é uma recomendação que integra a nota técnica do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça e Defesa da Cidadania (CAOP), do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), publicada no último dia 22 de março. Entre outros pontos, o documento orienta para que se suspendam as visitas aos residentes, salvo em casos extraordinários, como a depressão do idoso.

Com o objetivo de resguardar a saúde da comunidade idosa e dos funcionários nas instituições, o documento sugere que os familiares e amigos utilizem meios eletrônicos, como a videoconferência, para estarem emocionalmente mais próximos, mas sem colocar a vida em risco. "É hora de cuidarmos uns dos outros, mas à distância. As famílias precisam se esforçar ainda mais neste momento de pandemia para que seus entes não se sintam abandonados", frisa o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Imprensa SEDH PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário