Podcast Tais Paranhos

quarta-feira, abril 21, 2021

Morre cantor Augusto César

 


O cantor romântico Augusto César, de 61 anos, morreu na noite de ontem (20) vitimado por complicações renais devido à diabetes, e seu quadro de saúde foi agravado pela covid-19. Sua assessoria chegou a lançar uma nota oficial pedindo orações pelo artista, assim como o amigo, também cantor, Adilson Ramos.

Legado - Com mais de 30 anos na música, Augusto começou cantando frevos. Mas logo viu que sua praia era mesmo o romantismo. Sua voz forte arregimentou muitos fãs. Sua primeira gravação, com um álbum de estreia, ocorreu no ano de 1985. Seu maior sucesso veio após dois anos de gravação, com a música “Escalada”, que virou sucesso nacional, com direito a disco de ouro. Além de “Escalada”, outros grandes sucessos do cantor foram “Te desejando em silêncio”, “Amor de verdade”, “Como posso te esquecer?” e tantas outras.

Futebol - Essa blogueira que vos escreve entrevistou o Augusto em 2001 querendo saber qual o seu clube do coração. Ele era um torcedor apaixonado pelo Santa Cruz. Na entrevista, César relembra que torcedores haviam construído o Estádio do Arruda com as próprias mãos. A foto a seguir é de Carlos Sales.

Update: O cantor possuía algumas comorbidades. Além de diabético, sofria de insuficiência renal grave. O vírus piorou seriamente o estado de saúde de Augusto, causando insuficiência respiratória. Ele sofreu quatro paradas cardíacas antes de morrer. O Prefeito do município do Paulista, Yves Ribeiro, decretou luto oficial de três dias pela morte do cantor, símbolo da música romântica que dominava as paradas de sucesso, tornando-o muito popular na década de 80. César nasceu em Paulista no dia 27 de julho de 1959, começando sua carreira em programas de rádio ainda criança.

Da Redação com informações da lmprensa Paulista PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário