Podcast Tais Paranhos

terça-feira, abril 27, 2021

Obras da Compesa no lnterior de Pernambuco

 

Cumprindo agenda no Sertão, nesta terça-feira (27), a presidente da Compesa, Manuela Marinho, acompanhada dos diretores Flávio Figueiredo e Mário Heitor, vistoriou a perfuração e os testes das baterias de poços do Sistema Adutor de Tupanatinga. A obra, no valor de R$ 26 milhões, integra o Sistema Adutor do Agreste e levará água para mais de 215 mil pessoas dos municípios de Buíque, Pedra, Venturosa, Tupanatinga, Itaíba, Águas Belas e Iati. A comitiva conferiu de perto as intervenções acompanhada do deputado estadual Marcantonio Dourado Filho, pela liderança política Marcantonio Dourado e pelos prefeitos das cidades de Buíque, Tupanatinga e Águas Belas: Arquimedes Valença, Sílvio Roque e Luiz Aroldo, respectivamente.

A agenda da manhã na região incluiu, ainda, visita à sede municipal de Águas Belas, e seguiu, à tarde, com visita institucional à prefeitura de Garanhuns e vistoria às obras do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) do município. A obra consiste na melhoria do sistema de abastecimento do bairro Jardim Petrópolis, com implantação de nova rede de distribuição, beneficiando 1 mil pessoas com água todos os dias nas torneiras. Hoje, essa população é abastecida no regime de três dias com água para três dias sem. Uma primeira etapa da obra tem previsão de conclusão em junho desse ano, mas o projeto completo será concluído em dezembro de 2022. O investimento é de R$ 2,1 milhões.

A presidente da Companhia, Manuela Marinho, destaca os investimentos na região. “Com a obra do SAA de Garanhuns vamos ampliar em 30% a extensão da rede de distribuição da cidade, além da modernizar os equipamentos de controle e medição de vazão e pressão, permitindo monitoramento das perdas de água. Atualmente, 95% do município já conta com abastecimento ininterrupto e temos a expectativa com a obra de ofertar água de maneira contínua também às áreas periféricas. Já o empreendimento dos poços de Tupanatinga levará segurança hídrica a municípios da região que sofrem com ciclos de seca severa”, pontua Manuela.

Ontem, a agenda no interior iniciou no Agreste, com visita às obras da Adutora de Serro Azul, no trecho entre os municípios de Bonito e Camocim de São Félix. A presidente, Manuela Marinho, acompanhada de equipe técnica da Compesa, vistoriou a implantação da adutora acompanhada pelo prefeito da cidade, Gustavo Adolfo, e do deputado estadual Clodoaldo Magalhães. O novo sistema adutor, orçado em aproximadamente R$ 80 milhões, terá capacidade de transportar 500 litros por segundo de água até o ponto de interligação com a Adutora do Agreste entre os municípios de de Caruaru e Bezerros, beneficiando 1 milhão de pessoas. A agenda continuou em Belo Jardim, com vistoria da implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do município com presença da liderança política local João Mendonça e do deputado estadual Diogo Moraes. O SES Belo Jardim conta com o investimento de R$ 58 milhões para levar mais saúde e qualidade de vida a 28 mil pessoas.

Na sequência, foi a vez de uma visita técnica às instalações do primeiro Sistema Integrado de Gestão do Saneamento Rural (Sisar) em Pernambuco, localizado na Gerência da Compesa de Arcoverde, no Sertão do Moxotó. Como anunciado na semana passada pelo governador Paulo Câmara e pela secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, a Compesa será uma incubadora do projeto, que visa garantir o permanente funcionamento dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, beneficiando 30 mil habitantes da zona rural dos municípios de Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Itaíba, Manari, Pedra, Sertânia, Tupanatinga e Venturosa.

lmprensa Compesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário