terça-feira, 4 de setembro de 2018

Caruaru dá início a projeto de atendimento a detentas

Na última sexta-feira, 31 de agosto, servidoras da Secretaria de Políticas para Mulheres de Caruaru (SPM), junto com a secretária da pasta, Perpétua Dantas, e membros do Escritório de Práticas Jurídicas (EPJ) da ASCES-UNITA seguiram em comitiva para a cidade de Buíque – PE para uma missão especial: dar início aos trabalhos do projeto “Estreitando Laços”, da SPM. O destino foi a Colônia Penal Feminina de Buíque, onde diversas ações serão realizadas com o intuito de promover o fortalecimento dos laços familiares e a formação cidadã das reeducandas de Caruaru, que estão recolhidas no presídio, levando desde a visita dos parentes ao atendimento jurídico e psicossocial através de parcerias.

Essa primeira visita foi para fazer o cadastramento das reeducandas de Caruaru e levantar a situação jurídica das mesmas. A intenção é firmar outras parcerias com instituições de ensino superior para levar mais serviços e atendimentos variados nas próximas intervenções. “O programa é um importante passo para a reinserção social das reeducandas de Buíque, mas tem a finalidade primordial de aproximá-las de seus familiares e do poder público, que tem responsabilidade com elas. Esse “estreitar de laços”, são os laços da família, do atendimento jurídico, do acompanhamento da situação de saúde e psicológica dessas mulheres. A pena priva o ser humano apenas da liberdade e não do direito de dignidade e cidadania", destacou Perpétua.

Para possibilitar os deslocamentos, a Prefeitura de Caruaru, através da SPM, passará a viabilizar o transporte das famílias, de forma gratuita, mediante contratação de uma empresa de locação de ônibus que fará o traslado das equipes e famílias.

Imprensa Caruaru

Nenhum comentário:

Postar um comentário