quinta-feira, agosto 22, 2019

História de meio século de Rio Doce é mote de pesquisa de estudantes

Estudantes da Escola João Matos Guimarães, localizada na IV Etapa de Rio Doce, em Olinda, estão desenvolvendo um trabalho de pesquisa sobre o próprio bairro. Nesta quinta-feira (22.08), o grupo foi recebido pelo prefeito da cidade, Professor Lupércio, participando de uma roda de conversa sobre as histórias da localidade, que comemora 50 anos de fundação.

O Trabalho de Conclusão do Fundamental (TCF) está sendo desenvolvido por alunos do 9° ano, trazendo como tema "Rio Doce, cantos e encantos". O material utiliza-se de vídeos, fotos e conteúdo escrito para traçar um panorama do lugar. Entre as vertentes estão a geografia, população, recursos naturais e personagens de relevância, como o músico olindense Chico Science, que faleceu em 1997.

Conhecedor a fundo do bairro, desde a infância, o prefeito se mostrou feliz com a iniciativa. "É um lugar de muitas histórias, formado por um povo alegre e trabalhador. Em Rio Doce encontramos um grande potencial para o desenvolvimento”, ressaltou o gestor. O secretário-executivo de Esportes de Olinda e ex-jogador de futebol, Chiquinho, também participou do bate-papo com a garotada, dividindo um pouco da sua trajetória no esporte. “Rio Doce e seus campos de pelada sempre farão parte da minha vida”, lembrou.

A pesquisa conta com os esforços de 70 estudantes, divididos em sete equipes e a coordenação do professor de português, Edvaldo Lobão. “A maioria ainda não conhecia todo o potencial do lugar onde vive, podendo partilhar isso com pais e amigos, além de ter a chance de ampliar o que é discutido dentro da sala de aula”, disse.

Para Alícia Oliveira, de 15 anos, a fase é de grandes descobertas. "Estou adorando realizar esta pesquisa, me trazendo mais conhecimento" opinou. O sentimento é compartilhado por José Kaio, 14. "Estou conversando com as pessoas, com o prefeito, com tanta gente. É ótimo e darei mais valor a minha terra", afirmou. Dentro das ações do TCF, o time de estudantes também está desenvolvendo um trabalho de preservação dos jardins, nos arredores da unidade de ensino.

Imprensa Olinda