quinta-feira, dezembro 30, 2021

Olhar para as Diferenças

 

O próximo ano será de ampliação para o Olhar para as Diferenças, programa estadual que acompanha e fomenta políticas públicas para as crianças com deficiência de 0 a 6 anos. A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) de Pernambuco mapeia mais regiões para implantar a iniciativa na perspectiva de formular novas estratégias de atuação e alcançar a pluralidade das infâncias pernambucanas.

Atualmente, o Olhar para as Diferenças atua nos 13 municípios que compõem a VI Gerência Regional de Saúde (Geres): Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manari, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga e Venturosa. Pela iniciativa, são monitoradas 521 crianças com deficiência nas áreas de saúde, educação e assistência social.

O secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, explica que as regiões escolhidas para atuação do programa se dão através do levantamento desses indicadores em relação às crianças com deficiência na primeira infância e do reconhecimento da realidade local. “Esse levantamento resulta na elaboração de um diagnóstico situacional, construído de forma interdisciplinar e participativa, onde as informações servirão para orientar os gestores do programa sobre as redes de atenção à criança com deficiência, além da elaboração do plano de ação na região”, pontua o gestor.

Entre as ações realizadas em 2021, houve a abertura de novas salas de atendimento especializado nos municípios e a estruturação de novos locais para atendimentos de saúde, estimulação e reabilitação. Além disso, novos centros de atendimento especializado estão sendo construídos pelos municípios de Sertânia e Pedra. Houve ainda a habilitação de 630 profissionais da região, por meio de formações oferecidas pelo programa, a entrega de 50 kits de estimulação e reabilitação aos municípios, para fortalecer os locais de atendimento, e a entrega de três cartilhas e um guia de orientação às famílias.

Ainda neste ano, o programa Olhar para as Diferenças recebeu o Prêmio de Boas Práticas durante a pandemia, pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, e teve todas as crianças que são monitoradas vacinadas contra a o vírus Influenza. Em 2021, o Governo do Estado também reafirmou o compromisso de entregar 13 veículos adaptados e com motorista aos municípios para garantir o deslocamento adequado às crianças para atendimento nos serviços de referência.

lmprensa SDSCJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário