segunda-feira, 29 de junho de 2020

Denúncia: Profissionais de Saúde sem salários no Hospital de Ávila

Os profissionais de saúde, inclusive os que atuam na linha de frente no combate ao COVID19, do Hospital de Ávila, zona norte do Recife, denunciam que estão sem receber os salários há 3 (três) meses, além da exposição ao coronavírus em razão da falta de equipamentos de proteção.

O presidente do Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais, Cristiano Nascimento, esteve junto com o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, para fiscalizar as denúncias e ficou constatado que os trabalhadores estão expostos ao contágio, sendo que alguns já foram contaminados, porque não foram adotadas as medidas dispostas pela ANVISA e Ministério da Saúde, o que gerou a lavratura do Auto de Infração nº 534/2020.

Para Cristiano Nascimento, a situação se agravou em razão da pandemia. “As irregularidades no Hospital são constantes mesmo antes do coronavírus. A pandemia agravou o problema e o descaso. Já tivemos fisioterapeutas que foram infectados pela falta de adoção das medidas necessárias. Os fisioterapeutas atuam diretamente com os pacientes infectados o que aumenta a exposição ao coronavírus”.

Além disso, segundo o advogado do sindicato, Pedro Josephi, “os fisioterapeutas estão sem receber os salários desde março de 2020, sem as férias do período relativo ao ano de 2019, com congelamento de salário, sem o pagamento de dissídio e sem recolhimento do FGTS e INSS. O Sindicato fez diversas notificações, mas não adiantou. Por isso, instauramos procedimento na Superintendência Regional do Trabalho”

Nenhum comentário:

Postar um comentário