16/12/2019

Projetos de educação do Grande Recife estão em votação popular

Duas iniciativas pernambucanas foram pré-selecionadas para votação popular nacional. Elas concorrem na 7ª edição do programa Educar para Transformar, Chamada Pública de Projetos do Instituto MRV. Junto com mais 14 instituições, elas concorrem a capacitações e aporte de R$ 160 mil para desenvolver projetos voltados para educação e, com isso, na melhoria social. A votação acontece até as 18h do dia 20 de dezembro e pode ser realizada por qualquer pessoa pelo link: http://educarparatransformar.institutomrv.com.br/votacao.

Em Pernambuco, estão na disputa os projetos: ‘Alavanca na escola’, que irá desenvolver um trabalho em conjunto com a gestão de três escolas parceiras para o diagnóstico de desafios de docentes e alunos e desenvolvimento de soluções para o ensino público; e ‘Movimento Juvenil de Articulação Comunitária’, que foca na formação em mediação de conflitos e justiça restaurativa para estudantes, no desenvolvimento de uma cultura de paz.

O programa tem o objetivo de promover transformações por meio da educação, estimulando aprendizados e mudanças culturais em seus públicos diretos e indiretos. Deste total, os dez projetos de Organizações da Sociedade Civil (OSCs), em parceria com escolas da rede pública de Ensino Fundamental II e Médio, mais votados receberão capacitações em gestão, acompanhamento de sua evolução e um aporte financeiro de R$160 mil, cada um, para o desenvolvimento das atividades durante dois anos. O resultado será anunciado no dia 23 de dezembro no site do Instituto.

“Estamos muito felizes com esta nova fase do programa, recebemos muitos projetos interessantes e relevantes. A partir de agora, contamos com a participação da população para votar no projeto que mais irá transformar a realidade da escola pública. Realmente é emocionante perceber a preocupação das OSCs e das instituições de ensino em contribuir para um futuro melhor para as crianças e adolescentes deste País”, comenta Eduardo Fischer, presidente do Instituto MRV.

Sobre o Instituto MRV

Fundado em 2014 pela MRV, o Instituto MRV é uma organização sem fins lucrativos, voltada para promoção da transformação social do país por meio da educação. Somente em 2018, foram investidos mais de R$ 6 milhões em projetos como Educar para Transformar – Chamada Pública de Projetos, MRV Voluntários e Seu filho, Nosso futuro; além de apoio a importantes instituições. Saiba mais em www.institutomrv.com.br.

Projeto
Alavanca na Escola
(Recife)
Trabalho em conjunto com a gestão de três escolas parceiras para o diagnóstico de desafios de docentes e alunos e desenvolvimento de soluções para o ensino público.
Anima Aqui! Formação Audiovisual para crianças
(Rio de Janeiro)
Formação em audiovisual e conexão com o mercado de Cinema do Rio de Janeiro para profissionalização, além da sensibilização em cinema por triangulação envolvendo educadores, alunos e familiares.
BiblioArte LAB
(Belo Horizonte)
Profissionalização de jovens em medidas socioeducativas em carreiras da economia criativa (design gráfico, revista literária, audiovisual) construindo uma cooperativa de criadores e um plano de geração de renda.
CATALISE UMA ESCOLA!
(São Paulo)
Oficinas catalisadoras de invenção e criatividade nas aulas vagas da escola, transformando práticas pedagógicas, além do letramento digital para professores e alunos e envolvimento da comunidade.
CONHECER, ACOLHER E SEMEAR
(Maringá)
Capacitação de professores para lidar com temáticas sociais relevantes no contexto escolar, com o suporte de psicólogos (gestão de conflito), advogados (direitos sociais) e pedagogos no processo de formação.
EMPREENDEDORISMO - DO ECONÔMICO AO SOCIAL
(Salvador)
Implementação do programa Miniempresa e Liderança Comunitária em parceria com três escolas, para o desenvolvimento de seis negócios e projetos sociais que potencializem os aprendizados em empreendedorismo.
Empresa Júnior Escolar - Empreendedorismo Educacional para os 140 anos do Instituto de Educação do Amazonas
(Manaus)
Criação de empresa júnior no IEA com módulos de capacitação em diversas temáticas para professores e alunos, destacando o empreendedorismo como opção de carreira. Desenvolvimento de serviços para dar sustentabilidade à empresa júnior.
Escola do Aprender
(Porto Alegre)
Formação de professores conteúdos que contribuam para competências socioemocionais, desenvolvimento da cultura de formação continuada, metodologias ativas, inteligência emocional, com análises sobre o educador, sobre o educando e sobre o trabalho em conjunto.
Escola Humanitária
(Salvador)
Criação de Espaço Maker e horta comunitária com envolvimento de alunos e professores para a gestão e manutenção dos espaços, além de oficinas temáticas em arte e cultura, segurança e cidadania, família e fortalecimento de vínculos e protagonismo juvenil.
FALA AÍ - NÚCLEO EXPERIMENTAL DE JOVENS COMUNICADORES
(Cuiabá)
Incentivo ao potencial comunicativo de jovens com capacitações em conteúdos de comunicação em um espaço a ser montado na escola com infraestrutura de design gráfico, audiovisual e mídias sociais.
LABORATÓRIO DE MULTIPLICADORES
(Brasília)
Melhoria do Espaço Maker da escola e criação de uma empresa júnior, com a formação alunos em empreendedorismo para conduzir a empresa e atuarem como multiplicadores para outras turmas.
Mamulengo na Escola: ludicidade, educação e autonomia
(Fortaleza)
Oficinas sobre pedagogia e arte, educação inclusiva e técnicas de utilização do teatro de bonecos nas disciplinas em sala de aula, além de estratégia de aproximação das famílias ao ambiente escolar por meio dos festivais.
Movimento Juvenil de Articulação Comunitária: Uma intervenção urbana pela construção de uma cultura de paz em 2 escolas públicas na Zona Norte do Recife/PE.
(Recife)
Formação em mediação de conflitos e justiça restaurativa para estudantes, no desenvolvimento de uma cultura de paz. Aplicação em círculos restaurativos com intercâmbio de alunos entre escolas e criação de spots de rádio com os conteúdos.
PLANTANDO SABERES
(Belo Horizonte)
Reestruturação da horta escolar e formação de colaboradores efetivos para a manutenção do espaço de forma produtiva para a escola, além da qualificação de outros espaços verdes da escola e capacitações em sustentabilidade.
Projeto Educando com a Horta
(São José)
Trabalho com gestão de resíduos sólidos, compostagem e alimentação saudável por meio da horta escolar em três escolas parceiras, envolvendo alunos no processo de aprendizagem com o apoio de professores articuladores responsáveis pelo projeto.
Projeto Sinergias pela educação
(São Paulo)
Aplicação do Design Thinking, envolvendo professores e alunos em todo o processo de diagnóstico e desenvolvimento de soluções para os desafios da escola, além de trabalhar a pedagogia por projetos de impacto social.